Sábado, 8 de Julho de 2006

Um Paraíso em Lisboa

 

 

 

Um paraíso no coração de Lisboa,

onde novos,

 velhos,

crianças,

artistas,

e

outros mais

se  podem encontrar

em perfeita comunhão com

a Natureza, duma beleza ímpar.

 

Mais jardins Gulbenkian, precisam-se!

publicado por jo às 22:55

link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De Manuel a 8 de Julho de 2006 às 23:04
As fotos são muito bonitas. Os jardins são todos muito bonitos, ainda que alguns possam estar despresados. Também as zonas agrícolas são jardins, com as suas sementeiras ou árvores.
Quero que fiques bem.
Manuel
De Manuel a 8 de Julho de 2006 às 23:04
As fotos são muito bonitas. Os jardins são todos muito bonitos, ainda que alguns possam estar despresados. Também as zonas agrícolas são jardins, com as suas sementeiras ou árvores.
Quero que fiques bem.
Manuel
De soaresesilva a 9 de Julho de 2006 às 00:44
Quando trabalhava na Av. A.A.Aguiar, à hora do almoço estava sempre lá caída. Todas aquelas flores, toda aquela água, os caminhos empedrados emoldurados de arbustros, os cisnes. Tenho que voltar a visitar aqueles jardins, únicos em Lisboa pela sua beleza .
De jo a 9 de Julho de 2006 às 16:14
Eu também me lembro pk participei em algumas dessas escapadelas do dessassego do trabalho. Até ouvimos algumas vezes concertos por gente nova.
Era uma delicia!
De eduardo a 9 de Julho de 2006 às 01:37
Olá. Ao ver as primeiras fotos, pareceu-me ver algo conhecido. Assim é. Há anos que não visito a Gulbenkian, mas foi em tempos um local de paragens prolongadas. Lisboa precisa de mais, muito mais zonas verdes. O cimento tomou conta da cidade e as pessoas não têm locais de descanso e lazer, são cada vez menos. A Gulbenkian diz-me muito, não apenas pelo jardim, mas também pelo Museu. Felizmente que ainda existe. Boa semana.
De paragembreve a 9 de Julho de 2006 às 02:21
Foi bom ver aqui não só o apelo mas as imagens de um paraíso de cuja existência já quase me tinha esquecido... Bjinhos e bom domingo!
De jo a 9 de Julho de 2006 às 16:17
Fui aos teu blogs, mas estão vazios. Crei que a "passagem" foi tão "breve" que desvaneceu-se.
Obrigado pela tua visita, volta sempre, mesmo que de paraíso não se trate.
Bjs
De paragembreve a 9 de Julho de 2006 às 02:21
Foi bom ver aqui não só o apelo mas as imagens de um paraíso de cuja existência já quase me tinha esquecido... Bjinhos e bom domingo!
De Cöllyßry a 9 de Julho de 2006 às 17:29
Que belas fotos de um jardim de uma nossa Cidade,
que tem tantas belezas que se desconhece...
Gostei de saber e ver....Lindo e lindo nosso Pais não é mesmo...
Bom resto de domingo amiga...
Deixo meu doce olhar...com uma bjoca
Cõllybry
De Praia da Claridade a 10 de Julho de 2006 às 01:01
Parece mentira... mas tantas vezes fui a Lisboa e de jardins conheço pouco...
Mas um que me recordo e deixa saudades é a Estufa Fria, que, para dizer a verdade, nem sei como é que está agora...
De conchitamachado a 10 de Julho de 2006 às 01:24
Paisagens que não requerem palavras para comentar; valem por si mesmas. Parabéns...
Lindo o Poema!
Beijo
ConchitaMachado
De conchitamachado a 10 de Julho de 2006 às 01:24
Paisagens que não requerem palavras para comentar; valem por si mesmas. Parabéns...
Lindo o Poema!
Beijo
ConchitaMachado
De António a 10 de Julho de 2006 às 01:25
Não há dúvida que os jardins da Gulbenkian são uma pérola no coração de Lisboa. Este verão penso lá fazer uma visita, pois é sempre com muito agrado que se lê um livro ou se conversa à sombra daquelas árvores.
A foto no meu blog é de uma orquesta de Jazz americana constituída sobretudo por jovens e que é um espanto. Tocaram aqui no Festival de Jazz Loulé organizado pela Casa da Cultura. Uma boa noite e uma continuação de um bom verão com noites frescas. António da Louletania
De conchitamachado a 10 de Julho de 2006 às 01:27
Desculpa pelo sucedido...
Beijo
ConchitaMachado

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds