Domingo, 5 de Fevereiro de 2006

AINDA

Eternityjoanne ungar.jpg

Eternity por Joanne Ungar



Partiram-se eternidades



No instante de um ano</p>

Intervalo entre ter</p>

E não ter
publicado por jo às 16:46

link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2006 às 11:39

Hoje é a meias a publicação, me perdoa a Luisa, mas a minha mente foi preversa, em relação a imagem dela, mas gostei do ter e não ter.Gostei muito mesmo Jo, do (Provérbio chinês)e a gruta mostra bem a puresa .
Boa terça-feira
Aldora

aldora
(http://gatinhosvoadores.blogspot.com)
(mailto:aldoramira@sapo.pt)
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 12:59

As palavras vão surgindo, os inéditos vão se libertando e nós vamo-nos deliciando... Milumilu
</a>
(mailto:mloudes5@netcabo.pt)
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 00:20
Recordar é manter vivo um tempo que já não o é. Nas palavras mais simples surgem grandes verdades. Ainda que só para ti, faz do efémero eternidades. Beijinhomariliamgomes
(http://afecto.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariliamgomes@netcabo.pt)
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 23:37
Pois a mim deixa-me sem palavras. Como não sou muito de ficar sem palavras peço um timeout, que para além do tempo, haja alguma eternidade que não se quebre... que o seu eco permaneça, e se faça ouvir, como o vento entre a folhagem. ruizocas
(http://bloguesfera.blogs.sapo.pt/)
(mailto:ruizocas@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 22:17
Num instante de qualquer tempo há que aproveitar cada momento, agarrá-lo como se isso nos fosse salvar. A vida é mágica, e o teu poema fantástico. Um beijo.zzeca
(http://omeusom.blogs.sapo.pt)
(mailto:zzeca855@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 21:54
Mas a magia está em aproveitar-se os segundos desse instante. Luiza, como sempre, singelo, mas mito belo poema. Mais m inédito!Queremos outros, os muitos outros.jo
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:mjoaojara@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds