Quinta-feira, 17 de Agosto de 2006

A CHUVA E O FOGO



Vicky Brago-Mitchell

Choveu; e logo da terra humosa
Irrompe o campo das liliáceas.
Foi bem fecunda, a estação pluviosa!
Que vigor no campo das liliáceas!

Calquem, recalquem, não o afogam.
Deixem. Não calquem. Que tudo invadam.
Não as extinguem, porque as degradam?
Para que as calcam? Não as afogam.

Olhem o fogo que anda na serra.
É a queimada...Que lumaréu!
Podem calcá-lo, deitar-lhe terra,
Que não apagam o lumaréu.

Deixem! Não calquem! Deixem arder.
Se aqui o pisam, rebenta além.
- E se arde tudo? - Isso que tem!
Deitam-lhe fogo, é para arder...
 
Camilo Pessanha


publicado por soaresesilva às 21:40

link do post | comentar | favorito
|
25 comentários:
De Praia da Claridade a 18 de Agosto de 2006 às 02:01
Lindo poema de Camilo Pessanha e que me faz lembrar o martírio dos ultimos fogos e agora a chuva que veio acalmar o "inferno" de sofrimentos para muitos.
Um bom fim de semana.
De APC a 18 de Agosto de 2006 às 05:18
A força das liliáceas para as nossas matas; as cores do quadro para ti.
E um beijinho.
De micas a 18 de Agosto de 2006 às 11:32
Excelente escolha a lembrar a trag+edia do fogo que Portugal vive cada ano.

Beijinho e bom fim de semana
De Ana S a 18 de Agosto de 2006 às 18:50
Bonito poema e bastante real!
De MEDUSA a 18 de Agosto de 2006 às 20:54
Um poema bonito e oportuno, nesta pausa do Verão quente!
Obrigada pela visitinha ali no meu cantinho.

Um beijo e um eco de mim
De aldoramira a 18 de Agosto de 2006 às 23:34
Estive a puxar pela cabeça a ver se me lembrava do nome da musica mas tive que ir ver não me consegui lembrar, é muito bonita. Adorei a reportagem de Lisboa muito bem feita.
Quanto a Alenquer é um verdadeiro Presépio, faz muitos anos com umas grandes cheias morreu muitas pessoas ou estou enganada?
Cheguei a ir passar fins de semana lá. Tinha dois pelo menos que me lembre moinhos de água, já na altura em muito mau estado.
Beijinhos
Aldora
De APC a 19 de Agosto de 2006 às 01:01
O convite: http://camuflagens.blogspot.com/2006/08/etiqueta.html
:-)
De Bia a 19 de Agosto de 2006 às 13:21
Um poema bonito e que está de acordo com a situação que se vive todos os anos no nosso país, a destruição pelo fogo de serras, de florestas, de bens, e também a perda de algumas vidas.Felizmente
"choveu"!
Bjs.
De Quico, Ventor e Pilantras a 19 de Agosto de 2006 às 17:03
Não gosto da última quadra, e menos ainda do último verso! «Deitam-lhe fogo, é para arder...» Esse é o pensamentode de muitos e até, daqueles que devem fazer algo mais para apagar o lumaréu. O Ventor ainda anda a remoer porque não foram capazes de estancar o fogo antes de entrar no Mezio e ainda vai remoer mais se, quando ele chegar a um sítio chamado Naia, confirmar que esta ardeu, pois ninguém ainda lho confirmou. Sabe que o fogo andou por Gorbelas, uma Branda dos Rouceiros, não sabe é se foi outro se seguiu dessa Naia para lá. Se seguiu da Naia para lá, o Ventor nem os bombeiros vai deixar em paz! Bjs.
De bruno_scouts a 19 de Agosto de 2006 às 18:29
lololol
ixo + parece uma discoteca!!!
:P
De Manuel a 20 de Agosto de 2006 às 20:22
FOGO Palavra que pode ser usada com muitos sentidos. Hoje prefiro citar CAMÕES (Amor é fogo que arde sem...)
Saudações.
Manuel

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds