Sábado, 6 de Janeiro de 2007

ÀS VÍTIMAS DO "LUZ DO SAMEIRO"


Assumo todas as responsabilidades - as nossas - como é meu dever, certo que todos saberão também assumir as suas, retirando lições", afirmou o almirante Melo Gomes. 

Assinalando que apesar de "tudo" terem feito para salvar os pescadores do "Luz do Sameiro", Melo Gomes reconhece que a Marinha "nunca conseguirá explicar ao público" o facto de não ter podido salvar todos os sete tripulantes
"a tão curta distância da praia".

Melo Gomes afirma-se seguro "da eficácia" com que os marinheiros utilizaram os meios ao seu dispor e sublinha que "só os que são do mar" podem compreender inteiramente uma situação como a que aconteceu na Nazaré.

O almirante Melo Gomes conhece, com certeza, o poeta Sebastião da Gama e nele se deve ter inspirado para proferir estas declarações


"Inscrição

 Nada sabe do Mar,
quem não morreu no Mar.
Calem-se os poetas
e digam só metade
os que andam sobre as ondas
suspensos por um fio.

Sabe tudo do Mar
quem no Mar perdeu tudo.
Mas dorme lá no fundo,
tem os lábios selados;
e os olhos, que reflectem
e claramente explicam
os mistérios do Mar,
para sempre fechados."
Sebastião da Gama in Campo Aberto

 

publicado por soaresesilva às 19:18

link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De ZezinhoMota a 6 de Janeiro de 2007 às 21:07
Esta vida do mar, faz arrepiar, eu não me imagino no meio de tanta água.
Tenho um enorme respeito pelo mar e uma grande admiração pelos homens que labutam pelo sustento dos seus no meio de uma imensidão de água.
Àqueles homens que perdem a vida neste mar amigo e traiçoeiro, que os Céus lhe saibam dar um cantinho sagrado no seu seio do amor.

Parabéns minha amiga, por postares este problema que foge um pouco à realidade do povo.

Claro, que eu vou continuar a visitar-te, posso algumas vezes me ausentar, mas não me esqueço de quem não me devo esquecer.

Bom fim de semana.

Que sejas feliz.

Bjnhs

ZezinhoMota
zezinhodamota@gmail.com
http://zezinhomota.blogspot.com
http://zezinhomota.blogs.simplesnet.pt
De Praia da Claridade a 7 de Janeiro de 2007 às 00:36
Parece impossível como isto aconteceu !... Tantas mortes e tantas desculpas para salvar os elementos da tripulação que estava a uns 50 metros da areia... Como diz o poeta Sebastião da Gama "digam só metade" para se desculparem uns aos outros...
De jo a 7 de Janeiro de 2007 às 08:18
Os mistérios do mar são insondáveis, mas não nos podemos esquecer que outrora já dobrámos Mares nunca antes navegados com meios muito áquem dosque agora exitem. O Almirante Melo Gomes fez bem em assumir as responsabiliades todas, mas também acho que bem fez em não esmorecer a luta dos seus homens, mas o que ele não nos disse, mas deixa entrever é que as burocracias deste país deixaram morrer as vitimas do Sameiro. É inacreditável!Pobres pescadores! Não esquecer também que o Governo e o Estado também a sua quota parte nesta e noutras tragédias do Mar, porque não encentiva (e não sei se não deveria mesmo obrigar) e não cria postos de formação para os nosos pescadores. Pobres homens! Pobres familias!
De Maria Elisa a 7 de Janeiro de 2007 às 15:12
Amiga Luísa!Gostei deste teu comentário real,sobre os Pescadores que morreram na Praia,assim poderemos chamar pois eles morreram na praia,e nimgém para fazer nada?..Eu dói-me estas situações pois quando eu saio em auxilio tudo faço ou tudo faremos para salvar,só assim nos sentiremos felizes no regresso de uma luta contra o tempo,mas chegar uma viatura ao local sem nada trazer?..Continuo a achar estranho,que sabe se outra forma de socorrer não possa no futuro evitar tragédias deste tipo,gostei muito,agora vão assumir depois de estar mortos?..Valha-me Deus.
Amiga bom domingo e beijinho.
Maria Elisa
De António a 7 de Janeiro de 2007 às 19:29
Como é fácil para nós que estamos de fora, dar conselhos, sugestões, fazer críticas, como se os que labutaram para salvar aquelas vidas nada tivessem feito. Beloo poema de Sebastião da Gama. Um Bom Ano. ANtónio da LOULETANIA.
De aquimetem a 7 de Janeiro de 2007 às 19:28
Está a ver. Não há dinheiro para apoio a meios de salvação marítima, mas há dez milhões de euros para gastar a bel-prazer com o referendo a favor do abate a inocentes com no tempo do rei Herodes. Bom inicio de semana
De Blogue da Magui a 7 de Janeiro de 2007 às 21:02
Eu nado no mar e posso lhe dizer que se uma onda bate no seu rosto qd vc está aspirando, pode te matar afogado.
De MPS a 7 de Janeiro de 2007 às 22:03
O que o comandante quis dizer e não disse por ser militar é que as capitanias, por falta de pessoal, estão fechadas; algumas, por muitas horas durante a noite e o início da manhã. Deveria haver alguém que, interpretando correctamente o não dito do senhor comandante Melo Gomes, soubesse indagar, começando por olhar à discrepância entre a informação do satélite e as horas a que os primeiros meios de salvamento foram activados.

Sebastião da Gama sabia bem do que falava: são poucos os que, em terra, se importam com quem anda no mar!

Um abraço
De aquimetem a 8 de Janeiro de 2007 às 12:12
Assim é que se fala, é que nós por vezes lemos ou vemos as noticias, mas não as analisamos e depois formamos uma opinião errada. Parabéns MPS por tão substancial comentário. Feliz 2007!
De mixtu a 8 de Janeiro de 2007 às 16:41
Nada disto devia ter acontecido mas... o mar que é tão largo mas que parece ... já ali...

poema... lindissimo...

beijinhos
De Motormotor a 8 de Janeiro de 2007 às 19:40
Foi triste....
Grato pela tua visita
De Lúcia a 9 de Janeiro de 2007 às 00:27
É verdade, cada um com suas responsabilidades, para que possam dar prosseguimento a navegação, se não, o barco afunda! E assim caminha a humanidade....

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds