Domingo, 4 de Fevereiro de 2007

UTOPIA

 

  


                                                                               Klimt
                                                                            

Estive hoje a reler a Utopia de Thomas More, uma das obras-primas do Renascimento. Ele imaginou concretizada numa terra longínqua, a organização ideal da sociedade, oferecendo-nos, deste modo, uma descrição magnífica do que poderíamos chamar o Estado socialista e democrático perfeito.

Deixo apenas um pequeno extracto desse fantástico livro e depois dir-me-ão se encontram alguma semelhança entre a  ilha da Utopia por ele idealizada e a nossa cidade.

"Da vida e das mútuas relações entre os cidadãos
                                                                   

Dentro do perímetro da cidade, um pouco fora das muralhas, existem quatro grandes hospitais, amplos e espaçosos, que se assemelham a quatro pequenas cidades. A sua amplidão tem como fim impedir que os doentes, por mais numerosos que sejam, não estejam demasiado amontoados, em condições desconfortáveis e incómodas; e também com o fim de poderem ser isolados dos restantes os doentes que sofram de males contagiosos, para evitar o perigo a isso inerente.
Os hospitais estão tão bem organizados e fornecidos de tudo o que é necessário para o restabelecimento dos doentes, os cuidados assíduos dos médicos mais hábeis são tão carinhosos, que, não sendo ninguém obrigado a utilizá-los contra sua vontade, não há ninguém, no entanto, que, em caso de doença, não prefira tratar-se no hospital a fazê-lo em sua própria casa."

 

 

 

publicado por soaresesilva às 01:47

link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De Nylda a 4 de Fevereiro de 2007 às 19:03
Estou Aqui:)
Gosto de ti com todas as diferenças que temos...
Respeito tua visão de mundo, mesmo não sendo a minha...
Fico feliz ao perceber tua alegria...
Preocupo-me, quando sinto que não estás bem...
Estou do teu lado para o que DER e VIER...
Sorrindo...
Chorando...
Concordando ou não...
Seja lá como for...
Saiba que:
TU...
NÃO ESTARÁS SOZINHA!
Jamais estará!
Vim correndo para dizer...
Estou aqui!
Beijos e um sorriso.
De Blogue da Magui a 4 de Fevereiro de 2007 às 22:23
Essas coisas parecem óbvias mas a prevenção ainda é o segredo para não ter pessoas buscando hospitais.Isso ele não conhecia senão ia dizer que as vacinas deveriam ser fornecidas e controladas.
Como sempre bela música em seu blogue.
E, sobre o queijo:é um tipo semelhante à mussarela que é colocado em postas no calor de um braseiro.Ali ele esquenta e fica mole.Vc deve ter visto, na praia, uma pessoa com uma espécie de lata e o queijo sendo colocado acima.Pois é, ali na lata tem brasas encandescentes.O nome do queijo eu esqueci porque não me intereço.Engorda muito.
De maripossa a 4 de Fevereiro de 2007 às 23:57
Amiga Luísa,só sendo uma (Utopia de Thomas More)
mas que grande visão a dele,pois não se asemelham aõs nossos tempos,pois as coisas são bem diferentes e com outras perspectivas,mas que temos todos de lidar inflizmente.
Beijinho amiga.Elisa
Maripossa
De Praia da Claridade a 5 de Fevereiro de 2007 às 00:41
Actualmente neste país, a Utopia de Thomas More é mesmo uma fantasia, uma concepção irrealizável, com todos os casos que nós conhecemos...
Cada vez é mais difícil aceder aos cuidados de saúde, as maternidades a fechar, as urgências a serem desclassificadas....
Ainda não entendi como é que se pretende melhorar, com estas alterações radicais, o sistema de saúde...
De bitu a 5 de Fevereiro de 2007 às 12:18
Sonhemos com "A Utopia"! Nas sociedades cada vez mais capitalista, será sp um sonho.....
De aldoramira a 5 de Fevereiro de 2007 às 17:13
Que boa utopia. Que Deus nos proteja de adoecer senão nem quero pensar pelo que passa um doente num hospital, para alem do sofrimento da doença.
Beijinhos
Boa semana
Arodla
De Mel de Carvalho a 5 de Fevereiro de 2007 às 17:27
Minha amiga (amigos dos ecos), sempre que o tempo me permite a utopia de me sentir dona do meu tempo, venho abraçá-los com muito carinho.

Utopia de Thomas More? Sim, li há alguns (bons) anos, quando ainda vivia na Utopia de Sociedades justas, ideais - as que modernamente se chamam (só se chamam), Sociedades Inclusas.

Aquelas que oferecem a cada um dos seus habitantes os cuidados básicos de e no trabalho .... higiene, saúde e claro, educação e cultura.

Pois amigos, se calhar dava jeito mandar uns livrinhos da Utopia aos nossos governantes...

Hospitais nas periferias? Sim, claro. Temos o CUF Descobertas, ao acesso do bolso de qualquer comum mortal ....

Amigos ... Utopia? Vivam as utopias ...

Sem palavras, refugiu-me recorrentemente na espuma das palavras e retomo a dança, a Valsa e o Tango e .... danço ... danço .... numa dança longa e louca, que me devolva a Utopia que eu tive um dia ...

Bjs d(a) Mel que vos ama!
(hoje estou "chorona", desculpem...)
De Jorge G a 5 de Fevereiro de 2007 às 19:48
Por isso a obra se chama "A Utopia".
Mesmo que me pareça impossível atingir-se tal grau de organização social, entendo que devo (deveremos todos) perseguir essa utopia, como se acreditássemos ser possível atingi-la um dia. Só assim vale a pena!

Um grande abraço.
De Milú a 6 de Fevereiro de 2007 às 12:21
“Olhando o mar,
Sonho sem ter de quê.
Nada no mar,
Salvo o ser mar, se vê” ...

A Utopia não passa de um sonho, um lindo sonho!
De Cöllyßry a 6 de Fevereiro de 2007 às 13:23
Como a perfeição não existe, quedemo-nos pela utopia, e com a beleza desta arte…
Beijo deixo para as amigas.. Cõllybry

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds