Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

CORRUPÇÃO

Marc Chagall

 

CIDADE DOS OUTROS

 

Uma terrível atroz imensa

Desonestidade

Cobre a cidade

 

Há um murmúrio de combinações

Uma telegrafia

Sem gestos sem sinais sem fios

 

O mal provoca o mal e ambos se entendem

Compram e vendem

 

E com um sabor a coisa morta

A cidade dos outros

Bate à nossa porta

 

Sophia de Mello Breyner

 

 

publicado por soaresesilva às 18:48

link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De maripossa a 22 de Maio de 2009 às 19:30
Olá amiga. Ja Sophia escrevia assim! a algum tempo,porque seria... gostei de ler.
Beijinho e bfs Lisa
De Meg a 22 de Maio de 2009 às 21:51
Até parece que este poema foi escrito hoje!
Ah Sophia, se soubesses como está o teu país!!!

Bom fim de semana

Um abraço
De bitu a 23 de Maio de 2009 às 22:03
Sophia tinha a capacidade de escrever lindas palavras denunciando grandes injustiças
beijokas e bom domingo
De Segundavida a 26 de Maio de 2009 às 04:27
É isto mesmo o que hoje se passa em muitos sectores da nossa sociedade. Como ela era sábia!
De Anónimo a 26 de Maio de 2009 às 16:44
Um lindo poema! uma escolha acertada! Os tempos não mudam e a humanidade tem as suas virtudes e os seu defeitos... temos que viver com ela, fazemos parte dela...
Bjs
MLourdesd
De Ana S a 28 de Maio de 2009 às 13:10
Corrupção é que mais se vê por aí principalmente em epoca de eleições!
Até cansa ver as noticias.
De Sindarin a 28 de Maio de 2009 às 14:13
Olá minhas queridas amigas. Que actual, que verdadeiro este poema de Sophia, uma grande mulher. Um milhão de bj com toda a minha amizade e carinho e o meu agradecimento pela vossa amizade.
De mary90 a 29 de Maio de 2009 às 23:17
Olá Luísa.
Este bonito poema, está muito bem para a nossa actualidade.
Neste país anda meio mundo a roubar, muitas das empresas que dizem estar falidas, é uma fraude para por os trabalhadores na rua, tiram os dinheiros das contas e abrem outras empresas com trabalhadores a prazo curto, para os porem na rua quando lhes apetecer.
Coitados dos pobres que estão com a vida cada vez mais difícil e outros a encherem o "saco".
Esperemos dias melhores.
Beijocas.
De padeiradealjubarrota a 30 de Maio de 2009 às 00:06
Mãos sabujas e compadrios.
De Jofre Monteiro Alves a 30 de Maio de 2009 às 01:23
O tempo actual é mais de impunidade e imunidade do que corrupção. Tirando o Vale Azevedo e agora a Oliveira e Costa, ninguém bate com os costados no cárcere. Mas isso não desmerece do poema da Sophia, claro.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

.A última rosa

----
 
 

.Ecosdotempo



blogs SAPO

.subscrever feeds