Terça-feira, 24 de Outubro de 2006

Contrastes Chocantes

Os milionários do nosso tempo têm casas em todo o mundo, trabalham em mobilidade total, fazem milhares de quilómetros para se divertirem e põem os filhos em escolas internacionais.De acordo com o "World Wealth Report" de 2005, existem agora a nível mundial 8,3 milhões de milionários, mais 7,3% do que no ano passado, detendo bens no valor de 24,6 mil milhões de euros. Além disso, a parte superior desse espectro - aqueles que valem mais de 24 milhões - está a crescer mais depressa.O combustível que alimenta esta elte altamente móvel a nível global -<o dinheiro - não para de chegar. O WWR de 2005 faz notar que há um número cada vez maor de "milionários do mercado médio", executivos de empresas que valem 4 a 24 milhões de euros e que ainda não descobriram o seu poder de compra.

"excerto dum artigo publicado no Expresso de 21 Out 06"

Tomar conhecimento desta realidade galopante é chocante, pois também todos os dias nos confrontamos com noticias dos milhares de desempregados que grassam pelo mundo e, pior,  com os milhões e milhões de SERES que vivem abaixo do limiar da pobreza, quem sabe, se na maioria, não foram vitimas de alguns dos  que têm fortunas ganhas sabe Deus como.

Porquê?????

imagens tiradas da internet

publicado por jo às 06:15

link do post | comentar | favorito
26 comentários:
De A.fe a 25 de Outubro de 2006 às 12:45
Amigos isto está mal, muito mal e o fim é previsivel como sempre foi com a morte mas desta vez e sem querer exagerar ou falar em nome de toda a humanidade, temo o fim final.
somos todos conhecedores do mal que anda por cá e somos todos tão passivos, limitados e amarrados. tal como, no tempo dos nazis ou de outros ainda mais atrás nos tempos. continuamos a destruirmo-nos e o mal é que estamos conscientes de que o fazemos.
o Deus de hoje é o dinheiro e o dinheiro é o que faz-guerras, fome, desunião entre as pessoas, raivices, vícios, enfim! paro aqui como se o tema ainda nos nossos dias seja tabú e em desuso ao mesmo tempo.
obrigado pela oportunidade de desabafo e peço desculpas aos restantes leitores deste sítio se por alguma palavra menos certa tenha aqui dito!
abraços e paz para todos!
De badala a 25 de Outubro de 2006 às 17:24
Não encontro resposta para esta pergunta... só gostava que ela não tivesse de ser feita.
Porquê tanta pobreza?
Porquê tanta fome?
Porquê tanta doença?
PORQUÊ TANTA MORTE?
De Maria a 25 de Outubro de 2006 às 20:45
Amada a vida é assim... Se és sensível aos dois mundos vê o que podes fazer... Ás vezes Deus chama a nossa atenção porque temos um propósito de ajudar, e se eu te disser que todos precisam de ajuda??? O rico porque pode não conhecer o seu propósito que é dar e repartir e o pobre tem o mesmo propósito de receber e depois dar e repartir! Todos nós temos essa graça alguma coisa para dar, e alguma coisa por receber! Vejamos então o que cada um pode fazer! HÁ MUITA GENTE A DAR TODOS OS DIAS COMIDA ROUPA BINQUEDOS E OUTRAS COISAS...MAS AINDA PODE AUMENTAR O NÚMERO DAQUELES QUE PODERÃO DAR! DEUS TE ABENÇÕE PELO POST QUE ESCOLHESTE PARA SENSIBILIZAR MAIS GENTE A DAR! EU ESTOU A TRABALHAR NUM PROJECTO QUE PARTE DO DINHEIRO VAI PARA ESSAS FAMÍLIAS E CRIANÇAS, ESTOU TÃO FELIZ QUE JÁ VEJO NA MINHA IMAGINAÇÃO, ESSAS CRIANÇAS A SEREM ALIMENTADAS, E TRATADAS!!!Beijinhos.
De ciloca a 25 de Outubro de 2006 às 21:29
Fico com um sentimento de grande impotência e frustração por saber que durante s éculos não mudou e tudo está cada vez pior, senão vejamos o caso de África . Percebeu-se que as ajudas que chegam (ou não) não alteram a realidade, é como dares esmola a um pobre, ele consome de imediato e fica logo na mesma. Importa atacar a s causas, promover a criação de riqueza, para que cada um possa produzir o que consome. Importa criar postos de trabalho, para que dignamente não precisem pedir esmola. Pergunto a quem interessa a manutenção da pobreza a nível mundial?.
De Lúcia a 26 de Outubro de 2006 às 00:13
É uma situação deprimente essa realidade. Uns com tantos e outros sem absolutamente nada...! Só Jesus pra resolver... beijos...
De Praia da Claridade a 26 de Outubro de 2006 às 02:34
Cerca de três mil crianças, com menos de cinco anos, morrem todos os dias na região da Ásia-Pacífico devido à má nutrição !
Imagine-se no mundo inteiro !....
E aquelas que vão sobrevivendo, como as retratadas na imagem, sabe-se lá até quando !
O tal contraste com os possuidores de grandes fortunas que poderiam ajudar a minimizar tanto sofrimento...
E o dinheiro que alguns países gastam em coisas menos essenciais, que primeiramente devia ser aproveitado para auxiliar aqueles que nem sequer têm possibilidade de se alimentar ? !....
Um Abraço
De Nadja Soll a 26 de Outubro de 2006 às 05:20
Luisa
Voltei para agradecer-lhe a visita. Seja sempre bem vinda!
Beijos
De bandida a 26 de Outubro de 2006 às 11:28
só há ricos porque há pobres...


Gostei do blog! :)

____________________
De rui a 26 de Outubro de 2006 às 17:04
Por causa de coisas como esta, que é hoje relatada no jornal inglês The Guardian:

http://www.guardian.co.uk/frontpage/story/0,,1931675,00.html
De Mily a 26 de Outubro de 2006 às 20:58
Tanto aí, como aqui, bem como o mundo todo está à mercê dessas desigualdades que são uma afronta ao ser humano, à sua dignidade de cidadão.

Sabemos que algo tem que ser feito, e nos assustamos ao ver que esse desajuste está cada vez mais ampliando a diferença entre ricos e pobres (miseráveis), e que nenhuma providência é tomada a nível mundial.

Um problema seríssimo e alarmante que, a longo prazo, trará consequências imprevisíveis.

O que fazer? É uma pergunta que não se cala, cuja resposta não agrada nem um pouco àqueles que detém o poder do dinheiro nas mãos.

As imagens, a cada momento que as olhamos, nos trazem uma dor na alma tão grande, que nos sentimos pequenos com a ajuda que damos às nossas comunidades. Tudo se torna tão ínfimo perante a necessidade tão urgente dessa grande parcela de excluídos que está graçando pelo mundo todo. A nossa compaixão, a nossa dor, a nossa solidariedade, não lhes mata a fome. Quem mais pode fazer, não faz! Quem mais teria recursos para minorar tal sofrimento, não está nem aí! E a grande pergunta continua a circular: o quê fazer?

Ficam beijos, sorrisos e flores... banhados numa grande tristeza pela sorte desses nossos irmãos tão castigados pela vida, abandonados à própria sorte.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds