Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

NEVOEIRO

    Edward   Raymes

 

 

Se ao menos não houvesse nevoeiro

Talvez a águia pudesse

Procurar o seu vôo para a montanha

E em bater de asas verdes encontrar

O silêncio do seu ninho

 

Se ao menos não houvesse nevoeiro

Talvez o cisne pudesse

Partir esta noite para o lago

E no musgo das margens encontrar

O silêncio do nenúfar

 

Se ao menos não houvesse nevoeiro

Talvez agora eu pudesse

Procurar o caminho para ti

E entre rosas e lírios encontrar

O silêncio dos teus braços

  

publicado por soaresesilva às 16:49

link do post | comentar | favorito
30 comentários:
De Catarina a 2 de Julho de 2007 às 16:01
Ola Luisa
No pays de la loire ha frequntemente nevoeiro:)
Ainda não mudei, mas jà tenho "a casa" meia embalada à espera do dia de partir, daqui a menos que duas semanas!
O "pestinha" anda furioso de ver algumas coisas que lhe interessam embaladas, mas enfim, também tem que qprender que a paciencia é uma virtude:)
Quando não tiver internet em casa vou passando pela biblioteca publica e vou dando noticias e espreitando o blog!!
Bjtos
De Praia da Claridade a 2 de Julho de 2007 às 18:52
Uma bonita pintura acompanhado de um lindo poema que me faz lembrar o "nevoeiro" que cada pessoa encontra ao longo da sua vida. Com os seus altos e baixos vamos percorrendo este caminho...
De Ventor a 4 de Julho de 2007 às 21:44
Passei para ver se te havias zangado e batido nas teclas furiosamente, mas como isso não aconteceu e estás sossegadinha a apreciar os dias de verão foscos, meus "inimigos", deixo-te a beleza das flores lilases do jacarandá para que ajudem a enfeitar a tua alma. Quanto a nevoeiros, em África, pelo menos nas zonas por onde andei, áreas de planaltos e serranias do Niassa, de vez em quando marcavam bem a sua presença e não era por acaso, que eu via nascer as flores sem a queda de uma pinga de água. Eram as cacimbadas, as neblinas matinais e até grandes nevoeiros, que contemplavam os belíssimos embriões de flores e capim novo, que brotavam nas savanas. Bjs.
De o sal da nossa pele a 5 de Julho de 2007 às 01:44
Se houvesse nevoeiro eu ficava mais tranquilo... pois... boas palavras... um abraço...
De smareis a 5 de Julho de 2007 às 02:43

Oi amiga, vim deixar um beijo e agradecer pela amizade carinho. Estive ausente esses dia. Meu filho esteve doente, e a correria do meu dia a dia fez-me ausente por alguns dias.
Desejo uma grande semana pra ti.
Bjs!
De Maria a 12 de Julho de 2007 às 20:46
Luisa lindo este poema! Gostei do quadro! Beijinho.
De Henrique Mendes a 4 de Agosto de 2007 às 15:02
" ah...os caminhos...
há que procurá-los mesmo entre brumas e nevoeiros,
teimando até que o cansaço se transforme em palavras, teimando elas também nesses gestos repetidos que só as palavras sabem fazer, repetindo, repetindo..."

Lindo, o seu poema. Parabéns
HM
De brizissima a 13 de Agosto de 2007 às 16:33
Gostei muito do poema. Não há como um NEVOEIRO para melhor se apreciar um dia de sol.
Abraço.
De brizissima a 13 de Agosto de 2007 às 16:33
Gostei muito do poema. Não há como um NEVOEIRO para melhor se apreciar um dia de sol.
Abraço.
De A. João Soares a 13 de Agosto de 2007 às 18:44
O nevoeiro, o mistério e as fantasia acerca do que se encontra por baixo do véu! Talvez a nudez crua da verdade, como dizia o Eça!
Pode ser encantador, mas para o meu feitio realista e pragmático, prefiro o caminho aberto visível até à próxima curva ou lomba.
Parabéns pelo post
Abraço

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Alenquer

. INVERNO

. Feliz Ano Novo

. ANIVERSÁRIO

. Cinismos de Verão

. NEVOEIROS DE SÃO PEDRO DE...

. COMPENSAÇÃO PERANTE A CRI...

. Homenagem a Rafael Bordal...

. CAPARICA

. Páscoa Feliz

.arquivos

. Junho 2013

. Janeiro 2012

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds